terça-feira, 19 de março de 2013

INCLUSÃO SOCIAL ATRAVÉS DO ESPORTE COM PARCERIAS NO PROJETO "ATLETA DO FUTURO"



Projeto Atleta do Futuro oferece formação humana e esportiva a alunos da rede pública


Em 17/03/2013

A escola estadual General Sampaio, no bairro São Jorge, zona Oeste de Manaus, iniciou o ano letivo 2013 registrando a inclusão de 840 alunos no programa “Atleta do Futuro”. O projeto é realizado na escola desde 2008, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Serviço Social da Indústria (Sesi) e Recofarma (Coca-Cola).
 
Além de desenvolver a potencialidade de jovens talentos no segmento esportivo, a formação oferecida aos alunos integrantes do Atleta do Futuro promove a inclusão social. É o que defende a gestora da escola, Aida David Barbosa. “Não é apenas uma atividade educacional, é social também, pois contribui para a descoberta de novos potenciais, o que aumenta a auto-estima dos participantes”, comenta a gestora.
 
Os 840 alunos atendidos pelo Atleta do Futuro na escola General Sampaio têm entre 6 e 11 anos de idade, e cursam do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Sob a orientação de professores de Educação Física da Seduc e do Sesi, os estudantes têm aulas de atletismo, futebol de salão, tênis de mesa e balé.
 
A escola General Sampaio tem um dos maiores Ideb do Estado: 6,1. A média nacional é 5,1 e a estadual é 4,8. O desempenho, ostentado com orgulho na entrada da escola, segundo a gestora, tem sido atingido graças a atividades educacionais como as realizadas pelo projeto Atleta do Futuro.
 
“O projeto contribui porque, com a Educação Física, os alunos aprendem que no esporte há regras, e que para se chegar aos resultados é preciso respeitá-las. Isso é levado para outras áreas do conhecimento”, explica Aida David.
 
Talentos
 
Christian Moreira tem 10 anos de idade e diz adorar futebol de salão e queimada. “Gosto dessas duas atividades porque os professores ensinam bem. E também porque gosto de fazer gols”, conta o estudante. Mesmo pequeno para a idade, o potencial de Christian se destaca entre os colegas, segundo os professores. Fora da escola, Christian não pára. Desde os cinco anos é praticante de Caratê.
 

Com 10 anos de idade, estudante Christian Moreira é um dos beneficiados pelo projeto Atleta do Futuro



Vera Silva de Souza, uma das profissionais do Sesi responsáveis pelas atividades esportivas do Atleta do Futuro, diz que o principal objetivo do projeto é despertar no aluno o gosto por hábitos de vida saudáveis. “Mais que formar futuros atletas, procuramos desenvolver a capacidade física e motora das crianças. Nessa idade, eles têm um mundo de capacidades. O importante agora é mostrar a importância do esporte como estilo de vida, para que no futuro eles não sejam adultos sedentários”, afirma a professora Vera.
 
O estudante de Educação Física Ícaro Martelet, também integrante da equipe do Sesi, ressalta que todas as avaliações e planejamento do conteúdo trabalhado com os alunos são elaborados pelos professores da escola General Sampaio. “Nós trabalhamos em parceria. O plano anual das atividades é realizado pelos professores da Seduc. Nós ficamos responsáveis pelas turmas nas atividades”, explica Ícaro.
 
Além da escola General Sampaio, o projeto Atleta do Futuro também é realizado na escola estadual Myrthes Marques Trigueiro, na zona Leste de Manaus. Lá são desenvolvidas atividades como jiu-jítsu e handebol.



Com o projeto, alunos da rede pública têm acesso a atividades esportivas monitoradas por profissionais de educação física

O Atleta do Futuro foi criado pelo Sesi em parceria com a Unicamp, em 1991. Em 2011, o programa já atingia em todo o País 196 mil alunos. O projeto utiliza o esporte para promover a educação e a inclusão social de crianças e adolescentes. Em aulas de iniciação motora e prática esportiva são ensinados valores como ética, trabalho em equipe, superação, respeito, auto-estima e saúde.


Fonte: http://www.seduc.am.gov.br/noticia.php?cod=1276

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...