segunda-feira, 22 de abril de 2013

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIAL À ALUNOS SUPERDOTADOS





Projeto "Altas Habilidades" 
atende crianças da rede municipal de ensino em Toledo, no Paraná


Extraído do link http://www.toledo.pr.gov.br/noticia/projeto-altas-habilidades-atende-criancas-da-rede-municipal-de-ensino:


Desde 2005, a Secretaria Municipal de Educação (SMED) realiza o projeto "Altas Habilidades", que desenvolve um trabalho específico para crianças portadoras de altas habilidades/superdotação, de séries inicias, ou seja, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental da rede pública. 


Desde seu início, 170 crianças já foram identificadas. No ano de 2012, três crianças foram reclassificadas de turma, devido o alto potencial de habilidades. E neste ano até o presente momento, 47 crianças já recebem atendimentos específicos.


Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), de 3 a 5% das crianças devidamente matriculadas na rede pública de ensino, revelam esse potencial.


O reconhecimento dos estudantes com estas características consiste em um processo que envolve vários segmentos. Tudo começa quando os professores percebem algumas habilidades especiais nas salas de aula. 


Após, os estudantes são encaminhadas para a psicopedagogia que, através de seus profissionais, faz um trabalho específico a fim de descobrir em quais habilidades estas crianças se destacam. Também existem crianças que apresentam tais características já na educação infantil, mas esses casos não ocorrem frequentemente.


Quando avaliadas pelo psicopedagogo e também por um psicólogo, juntamente com a família, os alunos são encaminhadas a outro segmento educacional e efetivam a matrícula no contra turno escolar, que acontece na sala de recursos multifuncional de cada escola, que oferece a eles um Atendimento Educacional Especializado (AEE).




Esses processos realizados em contra turno com as crianças, ocorrem pela SMED por determinação do Ministério da Educação (MEC).


A coordenadora do projeto, Selete Maria Schäfer Schmidt, esclarece as características que as crianças com altas habilidades possuem:

“Identificamos elas, pelas facilidades com desenho, conduta mais elevada, vão bem em todas as matérias, possuem uma alta capacidade de memorização, e compreensão.Apresentam habilidades psicomotoras, praticam esportes, teatro, música e principalmente o poder de liderança, desafiando até mesmo os professores”, explica.


Em 2011 foi criada uma parceria da SMED com a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Campus Toledo, para dar extensão ao projeto. Uma vez por semana, durante uma hora e meia, a professora da Unioeste, Michele Cabra, ministra as atividades. Os trabalhos realizados servem como filosofia os com altas habilidades/superdotação, a fim de suprir as necessidades de aprendizagem das áreas afins que cada uma possui as altas habilidades.


No ano de 2012, três crianças foram reclassificadas de turma, devido o alto potencial de habilidades. E neste ano até o presente momento, 47 crianças já recebem atendimentos específicos. Segundo dados da ONU, de 3 a 5% das crianças devidamente matriculadas na rede pública de ensino, revelam esse potencial.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...